De volta

Querido leitor(a),

É com felicidade que volto a abrir esse canal de comunicação na internet. Depois de algumas mudanças significativas no contexto de vida, principalmente voltar a morar no Brasil e recomeçar um trabalho aqui como terapeuta, precisei de uma pausa para repensar a maneira como queria estar presente nas redes sociais.

No contexto mais recente de Londres, quando minha filha já não era mais tão bebê e começou na escolinha, eu podia passar longas horas curtindo leituras saudáveis, aprendendo coisas do meu interesse, ouvindo músicas maravilhosas, caminhando, observando o pacato bairro hindu onde morávamos e meditando sobre muitas coisas. Muitos posts do samsabel.com anterior nasceram nesse contexto.

Lembrando agora daquela época, tenho a sensação de que eu vivia uma espécie de preparação sabática para uma fase mais ativa e interativa que vivo hoje. Desde a volta ao Brasil o meu tempo para essas atividades interiorizadas ficou bem menor, um efeito natural de voltar a estar mais próxima de um círculo maior de pessoas conhecidas, amigas e familiares.

Mas continua sendo da minha natureza buscar refúgio dentro de mim sempre que tenho a oportunidade – é a minha forma de recarregar as baterias. E nessas horas, continuam surgindo inspirações que me levam a querer compartilhar materiais que, pela sua natureza diversa, não se encaixam bem na minha página profissional, cujo tema é direcionado mais para a psicoterapia e os florais.

Por isso, decidi reativar esse espaço de comunicação mais livre, sem tanta preocupação em medir os escritos para que caibam dentro de um tema. O blog é algo mais leve, mais solto e mais pessoal, e arrisca ser desinteressante para os outros por esse exato motivo, mas pelo menos cumpre em mim a função de aliviar o ímpeto de expressar coisas que penso valerem a pena.

Assim, aos poucos, quando em meio ao atarefado dia a dia a inspiração resolver aparecer, vou voltar a usar esse endereço como destino para os eventuais novos conteúdos que surgirem.

Um abraço, bem vindo de volta, e obrigada por me ler.

Samantha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *