Peter Deunov – A Lei do Amor

Peter Deunov (também conhecido por seu nome iniciático Beinsa Douno), foi um mestre espiritual que viveu entre os anos de 1864 e 1944 na Bulgária, onde liderou estudos e práticas espirituais inspirados principalmente na filosofia do Cristianismo Esotérico.

O extrato a seguir foi retirado do livro The Wellspring of Good – The last words of the Master, disponível em Inglês para download neste link . Tradução para o Português por Samantha Sabel.

A Lei do Amor

[Introdução do editor]: Independentemente das muitas conquistas que foram realizadas por pessoas hoje nas áreas da ciência, artes, tecnologia, bem-estar social e distribuição de recursos econômicos – uma coisa ainda está faltando: o Amor. Somente através do Amor podem todas essas realizações serem benéficas, de grande valor para todos. Somente através do Amor podem ser usadas de tal maneira que tenham significado. Se as pessoas não abraçarem o Amor, perderão tudo e experimentarão a ruína.

O Mestre pregou sobre o Amor como o caminho da salvação para toda a humanidade. Ele revelou suas manifestações, qualidades, ações e Leis, bem como a riqueza infinita do mundo perfeito do qual este Amor veio. Ele testemunhou este mundo com sua vida, seu ensinamento, e todas as suas ações.

O Mestre sempre tinha algo de novo a dizer sobre o Amor. Um dia, ele nos disse:

“No momento em que alcançarmos o Amor, seremos um com Deus. Quando falo sobre o Amor, você precisa entender isso. Estou falando do único jeito de conhecer Deus. Se não viermos a conhecer Deus, ele não poderá nos dar o seu Conhecimento.

A Lei afirma: quando você falar sobre Amor, fale com a sua voz mais suave. Fale tão suavemente que você mal consiga ser ouvido. E fale suavemente sobre a Luz e a Sabedoria também. Fale tão suavemente quanto o amanhecer.

As Virtudes Divinas têm sua fragrância. Se a Justiça entrar em seu coração, a Verdade em sua mente e a Sacralidade em seu poder, você vai emitir uma fragrância interior mais agradável do que a das flores. Essa fragrância interior, esse sublime aroma, é chamado de ‘nyuks’. Não há néctar melhor do que este criado pela natureza. Os alquimistas procuraram esse elemento há séculos. Quando você descobri-lo, você será uma pessoa feliz, e sua alegria será além das palavras. O Amor é o principal componente neste néctar. Por exemplo, você sabe quem te ama, mesmo quando essa pessoa não pronunciou uma palavra. O Amor tem uma fragrância forte como a do cravo; você pode sentir de longe.

Existe uma Lei na Vida, a Lei da Diversidade, pela qual todos podem manifestar o Amor segundo a sua compreensão, e eles nunca farão o que é errado. Portanto, não é necessário ensinar as pessoas a amar.

Outra característica única do Amor é que você não pode expressar Amor da mesma maneira para todos. Seu Amor para cada pessoa é única. Porque cada pessoa é uma manifestação única de Deus, cada um manifesta seu Amor de uma maneira específica. Você pode sentir essa distinção sutil. O seu Amor tem uma qualidade única e intrínseca que nenhuma outra pessoa possui. É isso que torna cada pessoa única.

O Amor primeiro se manifesta para Deus – para o Sublime – então para os fracos, necessitados, abandonados e, finalmente, seres afins. Esta última manifestação de Amor é chamada de ‘Amor de seres semelhantes’. Neste Amor existe uma troca entre as almas. Este é o Amor em seu estado de ascensão, através do qual as almas são capazes de evoluir e a consciência é capaz de se expandir.

Se uma pessoa boa mas de caráter fraco se enamorar por alguém que está na escuridão, a pessoa boa começará a errar e a assumir as falhas do outro. No entanto, se uma pessoa boa experimenta o Amor Divino, isso não acontecerá.

Para habitar na presença do Amor, deve-se tomar o caminho da ascensão; isto é, deve-se entrar em união com o Mundo Invisível e com Deus. Uma boa pessoa é aquela que está unida com aqueles que são poderosos, com aqueles que vêm do Alto. Se não estiver, tirarão vantagens dela pelo fato de ser boa. E no entanto, quando você está unido com aqueles que são poderosos – com o Divino – toda a sua riqueza será depositada no Banco Divino e você se tornará protegido.

Existe uma Lei que afirma: quando duas pessoas se gostam ou se desprezam mutuamente, receberão uma da outra os traços de caráter mais positivos e virtuosos no início, e depois isso, os traços de caráter mais negativos e imorais. Isto é uma Lei inextricável. Independentemente de você gostar ou desprezar uma pessoa, você começará a se comportar como ela. Você pergunta: ‘O que posso fazer para me libertar desta Lei?’ Você não pode se libertar desta lei. Mas você pode amar o Divino dentro de cada ser humano. Portanto, ame a Deus dentro de quem Ele mesmo se manifesta, para que você possa começar a amar como Ele faz. Por esta razão, Comece a amar o Divino em todos os seres.

Outra Lei do Amor afirma: quando você ama outro, você recebe a metade do seu estado bom ou ruim. Se ele se tornar empobrecido, você também se tornará pobre; se ele se tornar rico, você adquirirá metade de sua riqueza.

Outra Lei afirma: Mesmo que todos o desprezem, haverá sempre quem te ama. Quando todos começam a amá-lo, sempre haverá pelo menos um que não o ama. Isto não pode ser evitado. Esta Lei baseia-se no nosso nível atual de desenvolvimento.

Você conhece uma pessoa que parece amar você. Por que ele te ama? Houve um tempo em que você quis que ele te amasse e agora, ele ama você. Incompreensíveis são os caminhos de Deus.

Uma Lei é afirmada da seguinte maneira: quando você percebe a coisa mais sublime dentro de alguém, essa pessoa se sentirá atraída por você.

Outra Lei do Amor afirma: aquele que permanece no Amor terá o poder de atrair outros para si mesmo. Se ele passar por uma pessoa, isso é suficiente para ser seguido. No entanto, a pessoa que permanece no Amor só será reconhecida por aqueles cuja consciência foi despertada. Mas, para aqueles que não foram despertados, ele é considerado uma pessoa comum. Aquele que permanece no Amor pode ser comparado a uma flor em florescência que atrai as abelhas. Por que todos são atraídos por esta flor? É porque há algo que podem receber dela. Isto é o que representa o Amor, a vida ideal. Se a Lei do Amor nos fosse transmitida, teríamos o poder de atrair os outros. Uma das suas atribuições é receber de Deus e transmitir a outros o que foi recebido. Quando você ama alguém, é porque outras pessoas te amam, e com esse Amor você o ama. Esta é a Lei da Unicidade do Amor.

Quando eu digo que amo alguém, é porque eu sei que este Amor já chegou à realização. Poderia ter chegado à realização no plano físico, no plano espiritual ou no mundo divino.”

Um irmão perguntou: ‘Como o Amor é capaz de se contaminar?’ O Mestre respondeu:

“Todos os pensamentos que alcançam você se tornam seu ambiente pessoal. Quando o Amor entra neste ambiente, ele absorve a influência dos seus pensamentos negativos e dessa maneira se torna contaminado.

Uma Lei do Amor reina suprema: aquele que te ama se alegra com a menor coisa que você oferece. Aquele que te ama pode te dar uma pequena semente, e você deve se alegrar com ela pois algo grande será gerado. Apenas o Amor é capaz de criar algo excelente da menor das coisas. Sempre que uma pessoa habita fora do Amor, as coisas mais grandiosas irão diminuir. E, no entanto, quando uma pessoa reside no Amor, a menor das coisas crescerá.

Todos nós precisamos testar essas coisas.”

Beinsa Douno (Peter Deunov)

Rosa vermelha sob a luz da aurora.